Mamma Mia! - Parte 2 Iai? Testaram a receita das polpetas? Duvido! Vocês só me enrolam! Eu não vi nenhum de vocês leitores postare...

Mamma Mia! - Parte 2


Iai? Testaram a receita das polpetas? Duvido! Vocês só me enrolam! Eu não vi nenhum de vocês leitores postarem uma foto em qualquer rede social existente dizendo que aprendeu no blog! Assim eu vou ficar bem chateado e vou passar mais 4 meses sem escrever, vou logo avisando! Essa semana eu quero ver pelo menos uma foto de vocês reproduzindo alguma coisa ensinada aqui! O primeiro que postar vai ganhar prêmios que serão falados lá em baixo no final, porque se não vocês param de ler aqui e não prestam atenção na aula de hoje.

Pois bem, semana passada eu ensinei a fazer as polpetas e o sugo di pomodoro que são realmente deliciosos e certamente vão bem com absolutamente tudo, mas principalmente uma boa massa. Eu não conheço uma só pessoa nesse mundo que não goste de macarrão, seja ele do jeito que for. O consumo de massa faz parte das raízes italianas e orientais (sim, os orientais comem tanto macarrão quanto os mediterrâneos, talvez até mais!) que vieram com os imigrantes a muitas luas atrás. O macarrão na verdade foi criado pelos chineses, que produziam massas não só de farinha de trigo, como normalmente conhecemos, mas também de arroz. No século XIII, Marco Polo levou para a Europa e se tornou uma febre. Os italianos desenvolveram o produto e hoje o macarrão é conhecido como um dos símbolos da Itália, mesmo não tendo sido criado lá. Mas é assim mesmo, né minha gente? A gente faz um negócio bacana e vem um bonitão e leva a fama... O mundo não é justo mesmo. Mas mesmo se apossando da receita, os italianos desenvolveram uma massa muito boa, com farinho de trigo dura e semolina, ovos e água, que é a massa que consumimos até hoje em dia. É uma massa saborosa, de uma textura resistente e de grande poder de absorção, o que a torna perfeita para ser servida com molhos variados. Aqui no Brasil nós tem um grande problema que é a falta de farinha grano duro, ou farinha 00 como também é conhecida. Essa farinha é fina, portem produz uma teia de glúten muito mais resistente e tem maior poder de absorção de umidade, sendo necessário menos trigo e menos água para se fazer uma boa massa. A mesma coisa é a semolina, que é uma farinha de trigo mais grossa vinda de uma moagem incompleta do grão. Felizmente, nós conseguimos encontrar esses produtos em casas de importados, por preços um pouco salgados, mas nada desesperadores. Mas se você não encontrar, faça com a farinha normal mesmo, pois vamos conseguir um resultado também muito bom.
Eu vou ensinar hoje para vocês como fazer a sua própria massa de macarrão, abri-la, cozinha-la e algumas dicas de molho. Essa massa pode ser utilizada para fazer qualquer corte que vocês gostar, mas você precisará de um rolo de abrir massa de macarrão. Eu sei gente, eu sei que precisar de um objeto específico para fazer uma receita é uma bosta, mas dessa vez não tem muito para onde fugir. Você pode abrir na mão, mas eu acho meio improvável que dê certo ou que você tenha espaço suficiente, além da massa ficar irregular, mas se você quiser tentar eu te dou a maior força. Uma maquininha de abrir macarrão é super barata e sempre está em promoção no Shoptime e no Submarino, porque as pessoas não comprar muito porque realmente não sabem fazer a massa ou tem medo de tentar. Eu acho uma excelente aquisição, pois você vai ver que da 0 de trabalho e você sempre fará seu próprio macarrão, sem produtos químicos e sem adição de conservantes. Além do mais, você vai poder testar massas diferentes, coloridas ou aromatizadas, que custam uma verdadeira fortuna nas lojas. E o melhor de tudo é que você poderá se aparecer pra seus amigos e família, e esfregar na cara de todo mundo que você faz seu próprio macarrão, e com certeza aquela sua prima invejosa vai fazer cara de nojenta pra você, doida para te esfaquear porque você agora é o centro das atenções, e você com a cara de princesa masseira mais pêssega do mundo! Olha só que legal!
Pois bem, em relação a cocção, é muito importante para uma pasta bem cozida que a água esteja super quente e super salgada. Os italianos falam: a água da pasta tem que ter o gosto do mar. Vamos usar também sal grosso, e nunca sal fino, que tem adição de iodo muito grande, o que não é bom para o seu macarrão. O sal grosso é normalmente marinho, com uma qualidade maior, com pouco ou nenhum iodo. O ponto também é muito importante, pois na hora que ele atingir você tem que tirar imediatamente e resfriar esse macarrão, pois se você só tirar ele da água, ele continuará a cozinhar com o calor remanescente e vai grudar todo e vai virar uma paçoca só. Essa técnica pode ser usada para qualquer macarrão e sempre vai dar certo! Olha aqui, essa outra, eu já te passei tantas dicas pra vocês e eu espero realmente que você esteja fazendo, porque eu não vou ficar aqui de palhaço pra ti não! Trata de ir pra cozinha, demônio! 
Em relação ao molho, você pode fazer do que você quiser, ou mesmo não fazer molho nenhum e só saltear a massa com manteiga e alho e você terá um acompanhamento excelente para qualquer proteína! O molho precisa ser cremoso e ter gordura, para que ele penetre na massa mais fácil e a experiência seja sempre deliciosa. É querida, tudo aqui leva gordura porque gordura é vida, sem gordura a vida ficara quem nem a sua cara quando eu falo em usar manteiga: sem graça! Então vamos esquecer a dieta e vamos comer bem e se passar pra gordura! Você pode fazer o molho do que você quiser, é só seguir seus instintos por mais que isso possa ser perigoso e criar suas próprias receitas. Então vamos cozinhar, né?!



MASSA DE MACARRÃO DO BRUNÃO
Serve MUITO BEM 4 pessoas
Ingredientes:
300g de farinha 00 (se não tiver tudo bem, mas você precisará então de um pouco mais)
100g de semolina durum (é fácil de encontrar, se não encontrar usa a mesma quantidade de trigo)
4 ovos
1 colheres de chá de sal
Água (só se precisar)
1 colher de chá de cúrcuma (ou açafrão-da-terra)
½ colher de chá de páprica doce




Modo de Preparo:
Na sua bancada ou meda, coloque todos os secos e os misture. Faça um montinho e depois faça um furo no meio. Coloque os 4 ovos e com um garfo bata-os delicadamente juntando o trigo. Quando ele formar uma massa pesada, ai você mete a mão na massa (literalmente). Sove a massa por uns bons 10 a 15 minutos, até que ela fique lisa e desenvolva bem o glúten. Dica de como sovar: com a base da sua mão, empurre a massa para frente, volte-a enrolando a massa pra trás novamente, e repita. Vá girando a massa até que a mesma fique bem lisinha. “Ai seu gordo brutamontes, eu não tenho força pra isso! Sou uma princesinha frufru!” AAAAAHHHHHH ME POUPE! Como é que uma mulher ou homem desses não consegue sovar uma massinha dessas??!!! Vai sovar sim! Mas para você que está com o braço machucado, o obro ferrado, ou tem algum problema sério, você pode trapacear usando ou o multiprocessador ou a batedeira. No multiprocessador, coloque os ingredientes e ligue no médio... ele vai forma a bola... deixe batendo por uns 3 minutos, até que a massa fique lisa. Na batedeira, acople o gancho e bata todos os ingredientes até formar a bola. Deixe bater por uns 5 minutos na velocidade média até a massa fica lisa. Mas se você estiver completamente saudável, faça na mão! Sinta a massa! Sinta o glúten formando! Largue de preguiça! Além do mais, já te poupa um dia de academia! 
Pode acontecer de a massa ficar muito seca quando você colocar os ovos, e ficar quebradiça e não formar. Se isso acontecer, coloque uma colher de chá de agua, sove. Se der o ponto, não adicione mais nada... Se ainda ficar seco coloque mais uma colher de chá de agua e teste de novo, mas eu duvido que precise. Assim que a massa ficar lisa, brilhando e elástica, embrulhe-a em um papel filme e coloque na geladeira por no mínimo meia hora. Isso vai fazer com que ela esfrie e as moléculas de glúten estabilizem e ela fique estruturada. 
Então vamos para a abertura da massa. Coloque o abridor e massas na extremidade da sua mesa mais comprida, e deixe o rolo no número 0. Corte um ¼ da massa e faça uma bolinha com ela. Coloque-a na entrada do rolo e comece a girar a manivela. Ela vai passar e fica mais achatada. Faça isso por 3 vezes, dobre a massa no meio e passe mais 3 vezes. Gire o rolo pro número 1, e faça a mesma coisa: passe 3 vezes, dobre a massa no meio e passe mais 3 vezes. Coloque no número 2, mas a partir de agora você só repetira por 2 vezes. Você vai perceber que sua massa vai alongar muito, então você precisa de espaço ou de outra pessoa para te ajudar a segurar a massa. Faça o processo até o número 7. Passe um pouco de farinha na massa pra que ela não grude nela mesmo e quebre. Corte a massa em mais ou menos 40 cm, para que o fio não fique muito longo. Passe esse recorte pelo cortador de massa que fica do outro lado do abridor. Passe farinha nessa massa e a enrole e deixe desancansar por 10 minutos antes de cozinha-la. PRONTO! PRONTOOOOOO! É só isso! Não do trabalho nenhum! 
Em uma panela grande, coloque uma quantidade de água o suficiente para que o macarrão fique bem solto nela. Deixe essa água ferver ferozmente com um punhado de sal grosso. Acrescente a massa e deixe por mais ou menos 3 minutos (para a massa que fizemos, para macarrão seco, demora uns 9) até que você morda, sinta que tem resistência mas não está cru. Tire o macarrão e coloque em uma vasilha com agua fria. Sim, na água fria! Isso vai parar a cocção e ele vai se manter na textura perfeita. Drene a água e reserve esse macarrão até a hora de você fazer o molho. 
Para os molhos, você pode usar o sugo que fizemos na última postagem, você pode usar um molho branco (bechamel) com queijo, você pode usar um bolonhesa, você pode utilizar um molho de queijos, de alcaparras, de ervilhas, de berinjelas, de ervas, pesto, e por aí vai! Vou ensinar a fazer dois, porque senão você não se colocar para testar outros. Vamos fazer o pesto e o de alcaparras com tomate cereja, que são clássicos.


MOLHO PESTO
2 pacotes de manjericão (são mais ou menos 15 ramos)
50g (1/2 copo) de castanha de caju (o verdadeiro é feito com pinoli, mas além de ser caríssimo é muito difícil de encontrar)
100g de parmesão ralado
2 dentes de alho
300ml de azeite (aquela garrinha pequena de azeite)
Sal
Pimenta do reino

Modo de Preparo:
Coloque tudo, menos o azeite no processador ou liquidificador e bata até triturar tudo, assim que triturar coloque o azeite aos poucos até que forme uma pasta lisa. Tempere com sal e pimenta e está pronto. Aqueça a frigideira e coloque um pouco do molho, mais ou menos 2 colheres de sopa e deixe que frite por 1 minutos, acrescente a quantidade para uma pessoa do macarrão e deixe que o mesmo esquente por mais um minuto. Coloque o no prato e rale na hora um bom parmesão em cima. Fica divino!

MOLHO DE ALCAPARRAS COM TOMATES CEREJA
Ingredientes:
50g e alcaparras (tire o liquido)
150g de tomate cereja
1 dente de alho
20g (1 colher de sopa) de manteiga sem sal
Pimenta

Modo de Preparo:
Em uma frigideira, aqueça a manteiga em fogo médio ate que ela derreta e desenvolva uma cor amarronzada, com um leve cheiro de amêndoas. Coloque as alcaparras e deixe que frite ate que fiquem crocantes. Adicione o alho bem picado e os tomates cortados ao meio. Salteie rapidamente por 30 segundos. Ajuste a pimenta, pois não precisa de sal por conta das alcaparras que já são bem salgadas. Coloque a porção de macarrão para duas pessoas e salteie rapidamente somente para esquentar a massa. Sirva imediatamente com lascas de parmesão em cima.

Pronto! Você aprendeu bastante coisa hoje! Aprendeu a fazer sua própria massa de macarrão, aprendeu a sovar, a prendeu a abrir a massa, aprendeu molhos... Eu quero é ver se vocês não irão testar isso aqui! Façamos o seguinte: Os dois primeiros que fizeren uma das produções que eu ensinei até hoje no blog e postar no Instagram e no Facebook com as hashtags #bloghalldasdivas #colunabrunosalomão #teamtiobruno #triobrunoquemmeensinou e me marcar @salomaobruno vai ganhar UMA ENTRADA GRATUITA CADA PRO PRÓXIMO CURSO QUE EU DAREI EM SÃO LUÍS! AAEEEEEE! E não reclamem, porque os últimos foram um sucesso e certamente os próximos serão mais ainda! Teremos muitas surpresas pro próximo curso, então não perca tempo! Vai lá, cozinha, tira foto, coloca as hashtags e me marca que você já tá no jogo! Só o primeiro e o segundo irão ganhar, então corram lá! Vou ficar esperando, demônios! Grande beijo e até a próxima!


You Might Also Like

0 comentários