Diet, Light ou Zero? Aqui estou novamente...  Bom, hoje vamos esclarecer algumas ‘ coisitas ’  que  deixam  às  vezes a pessoa ...


Diet, Light ou Zero?


Aqui estou novamente... 
Bom, hoje vamos esclarecer algumas ‘coisitas que deixam às vezes a pessoa meio que... na dúvida. 

Você sabe qual a diferença dos alimentos: DIET X LIGHT X ZERO??  

É certo que, às vezes, com a quantidade desses produtos nas prateleiras dos supermercados, tantas notícias (consuma alimento light... diet... consuma o zero), acabam que deixando as pessoas um pouco confusas: E AGORA? O QUE EU LEVO PRA CASA?”   
Diante mão, adianto: NÃO, eles não são iguais. Esses alimentos possuem propriedades bem diferentes e específicas para cada tipo de pessoa. 

Imagem

LIGHT: o termo light é usado para indicar uma informação nutricional complementar de um produto de consumo geral da população (diferentemente do diet, que vou já falar) e é sinônimo de “reduzido” (que pode ser em valor energético, açúcares, gorduras totais, gorduras saturadas, colesterol e sódio).  
Outro detalhe é que, para um alimento ser considerado reduzido ou light em valor energético ou algum nutriente é necessário uma redução de, no mínimo 25% no valor energético 
E mais, um produto não pode ter somente a expressão “light” no seu rótulo (não pode ser bagunçado, rs). O mesmo deve apresentar o termo “light” seguido da informação de QUANTO foi a redução e sobre QUAL nutriente a informação se refere. Ex: Light – 30% menos açúcares; Reduzido em sódio – 28% menos sódio (Existe uma Regulamentação que determina isso). 

                              Imagem


DIET: São os alimentos para fins especiais. Ou seja, aqueles especialmente formulados ou processados, a fim de atender às necessidades nutricionais de pessoas em condições metabólicas e fisiológicas específicas, como por exemplo, diabéticos e hipertensos.Pode ser isento, por exemplo, o açúcar, no entanto isso não significa dizer que todo alimento vai ser isento de açúcar.  
É comum que produtos diet sejam usados em dietas de emagrecimento, mas muitas vezes o valor energético não é menor do que o de produtos convencionais. Ou seja, o alimento diet é mais calórico do que o “alimento normal”. 
Por isso, é importante reforçar que, os alimentos diet, são formulados para pessoas com CONDIÇÕES ESPECÍFICAS. Se você não faz parte deste grupo... é preciso ter cuidado?! 

ZERO: Neste caso, há uma restrição (ou isenção) de um nutriente quando comparado à versão tradicional. Tem zero calorias. Maaaaaaaas, não pense que vai abalar, tomando por exemplo, uma “coca zero”, é uma bebida verdadeiramente: bomba de sódio. Isso ocorre porque o açúcar é substituído em outros componentes, NESTE CASO: o sódio (que perigo!). 

E AGORA? QUAL DEVO CONSUMIR? A primeira coisa que deve ser feita é procurar orientação de um profissional, procure um Nutricionista, ele vai lhe explicar e conversar com você direitinho e assim determinar qual melhor dos 3 pra você, se for o caso. 
Outra coisa de extreeeeema importância, SEMPRE LEIA OS RÓTULOS. É lá que fica a informação Nutricional daquele alimento. 
Atenção!!! Os portadores de enfermidades (diabetes melitus, pressão alta, colesterol alto, triglicerídeo alto, doença celíaca) devem ler atentamente os rótulos dos alimentos, observando a lista de ingredientes e a rotulagem nutricional para verificar a presença de determinado ingrediente ou nutriente que não deve consumir ou que pode consumir em baixa quantidade. 
Por fim, é preciso moderação no consumo destes alimentos. Cada um tem sua particularidade.  
#NUTRIÇÃOÉVIDA 

Imagem
Abraços da Nutri e até semana que vem ;*







Maria Eugênia Castelo 
Contato: genycb@hotmail.com  
Siga no instagram@dicas_geninhanutri, lá eu posto dicas bem legais.  






 






You Might Also Like

0 comentários